Parada cardíaca mata segurança de farmácia

Um idoso de 58 anos, que prestava serviços de guarda a uma farmácia, na área central de Campo Mourão, acabou sofrendo um mal súbito e morreu na tarde desta quarta-feira. Antonio Clauderin Fernandes, chegou a ser atendido pelo Corpo de Bombeiros e Samu, que se revezaram nos trabalhos de massagens cardíacas, por cerca de uma hora, mas o idoso não resistiu e morreu na calçada da farmácia.

O incidente ocorreu por volta das 16 horas. Funcionários da farmácia chegaram a prestar os primeiros atendimentos até a chegada dos bombeiros e Samu, porém a vítima não reagiu.

“Ele teve uma parada cardiorrespiratória e infelizmente não foi possível fazer a reanimação para ser encaminhado ao hospital. Nesse período de queda brusca das temperaturas, os idosos acabam correndo mais risco desse tipo de problema”, disse o Cabo De Lima, do Corpo de Bombeiros.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para depois ser liberado para a familiar proceder o velório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top